Nova diretoria toma posse no Sindicato Rural de Montes Claros

Tomou posse na última segunda-feira (18) a nova diretoria do Sindicato dos Produtores Rurais de Montes Claros, que comandará a entidade até 2020. O pecuarista Ricardo Laughton foi reconduzido ao cargo de presidente. Durante a solenidade, Laughton falou sobre as ações e serviços do Sindicato, e ressaltou, em especial, o curso de inclusão digital oferecido na sede.

"Há pessoas que chegam sem nem saber ligar o computador, e saem daqui navegando na internet. Vários diretores, inclusive eu, aprenderam a usar o computador neste curso", revelou. O presidente aproveitou para falar dos demais cursos oferecidos em convênio com o Senar. "Essa parceria proporciona vários cursos, tanto na área profissional quanto na área de promoção social - incluindo saúde, prevenção de acidentes e artesanato - contribuindo inclusive para incrementar a renda das famílias", ressaltou.

O presidente falou também sobre a Fazenda Experimental, parceria com a EPAMIG, que trabalha com pesquisas na área rural. "Era o nosso sonho conseguir uma gramínea resistente ao clima semiárido da nossa região. Foram muitos planos e muitas ideias, e agora conseguimos, por meio do nosso presidente, Roberto Simões (FAEMG), em parceria com a CNA, promover o estudo e desenvolvimento das gramíneas tolerantes e adaptáveis ao nosso ambiente. Posteriormente passaremos ao desenvolvimento de uma transgenia", contou.

Laughton também falou a respeito da segurança no campo, e pediu aos associados que colaborem com a Polícia Militar, comunicando os crimes na zona rural. Outro assunto ressaltado pelo presidente foi o Funrural. "Trabalhamos juntos em defesa do produtor rural. Não conseguimos tudo que pretendemos, mas por meio de muito trabalho foram alcançados os benefícios de zero de multas, honorários, juros e encargos, e adiamento do prazo de adesão - que terminava em 28 deste mês - para 28 de fevereiro de 2018. Os valores serão divididos em 180 parcelas. Esta é uma vitória do sistema sindical rural. Agora, aguardamos apenas a sanção do presidente Michel Temer", explicou.

Durante o pronunciamento, o presidente também apresentou um dado que poucos produtores rurais conhecem. “A Conab divulga safra recorde superior a 200 milhões de toneladas, e é verdade. Mas, na realidade, o produtor rural tira da terra 1 bilhão e 600 milhões de toneladas de alimentos. A Conab fala apenas de grãos. Nós também retiramos outros produtos, como frutas e madeira”, disse.

O ponto alto do discurso foi o pedido para que os ruralistas se unam e influenciem a sociedade no combate à corrupção. Ricardo destacou o Artigo 1º da Constituição, que garante que "Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição". Para isso, pediu aos presentes que estejam atentos para o próximo ano eleitoral, já que a sociedade deve exercer o direito e dever de escolher bem os governantes.

Para os próximos três anos, Laughton garantiu que haverá ainda mais trabalho. "Continuaremos firmes na luta por melhorias para o homem do campo, que é a maior força do nosso país", concluiu.

DIRETORIA EXECUTIVA:

PRESIDENTE: RICARDO QUADROS LAUGHTON

VICE-PRESIDENTE: JOSÉ AVELINO PEREIRA NETO

SECRETÁRIO: LUCIANO DIAS CARDOSO

TESOUREIRO: FRANCISCO ANTÔNIO PERES CORRÊA MACHADO

SUPLENTES DA EXECUTIVA

HELI DE OLIVEIRA PENIDO­

GENUÍNO GENÉSIO QUADROS E TOLENTINO

ADEMAR LEAL FAGUNDES FILHO

JOAQUIM JOSÉ DA SILVA

CONSELHO FISCAL:

RODOLPHO VELLOSO REBELLO

MARCELO FERRANTE MAIA

ALEXANDRE AGUIAR ROCHA

SUPLENTE DO CONSELHO FISCAL

CARLOS JULIANO BRANT ALBUQUERQUE

MARCIO ATHAYDE VASCONCELOS

PAULO ROBERTO DE MACÊDO

Fotos: Solon Queiroz

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Procurar por tags