Sindicato promove evento para mulheres do campo


As mulheres representam mais de 40% da força de trabalho rural em países em desenvolvimento, e estima-se que o aumento do acesso das mulheres aos recursos financeiros e tecnologias necessários, elas poderiam aumentar a produtividade das lavouras de 20 a 30%, o que reduziria o número de pessoas subnutridas em até 17%, ou seja, 150 milhões de pessoas. As informações são da Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO), em pesquisa realizada no ano de 2011. Os números surpreendem, e mostram a força feminina no agronegócio, setor que mais produz e cresce no Brasil, gerando emprego, renda e alimento para a população. É visando aumentar ainda mais a participação das mulheres no setor que o Sindicato dos Produtores Rurais de Montes Claros e a Sociedade Rural promovem, no próximo dia 27, o evento "A importância da mulher no agronegócio: as perspectivas de negócios agro gerenciados por mulheres". O objetivo do evento é apresentar novas possibilidades e expandir os horizontes das produtoras rurais do norte de Minas.Segundo uma pesquisa encomendada pela Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), as mulheres são mais abertas à inovação e ao conhecimento, 88% são independentes financeiramente e 60% têm ensino superior completo, muitas vezes participando das ações de entidades de representação do setor. Porém, a pesquisa também revela que 71% delas já tiveram alguma experiência em que ser mulher foi uma barreira para ser ouvida ou ascender profissionalmente. "Precisamos unir forças, e não dividir. Com esse evento, vamos tentar alavancar os negócios nas propriedades rurais, apresentando a gerência de negócios e incentivando as mulheres a se envolverem ainda mais com a atividade rural", explica Marcelo Brant Maia, diretor do Sindicato Rural e um dos idealizadores do evento. Para o presidente do Sindicato Rural, Ricardo Laughton, apesar de se ter uma imagem masculina do agronegócio, é importante lembrar que, sem as mulheres, muito menos seria produzido no campo. "É inegável a relevância feminina para o avanço do setor. Além disso, precisamos incentivar ainda mais a participação dos jovens no agronegócio. Serão eles a fazer com que o agro siga inovador, rentável e sustentável", afirma. O evento, que será aberto a todos os interessados, trará palestras sobre gerência de negócios, cases de sucesso e debate sobre melhorias no campo. O AgroAmigo, Emater-MG, Sebrae e Grupo Gad Yah são alguns dos parceiros na realização do encontro. "Também teremos a apresentação de experiências com técnicas de baixo custo na produção de gado leiteiro, uma oportunidade e tanto para as produtoras da nossa região, que sofre com a escassez de água e alimento para o gado", finaliza Marcelo. ode inserir imagens e vídeos ao clicar nos ícones acima.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Procurar por tags